domingo, 1 de fevereiro de 2009

"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertara"- João 8:32


Disse, pois Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerem na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.

Responderam-lhe: somos descendentes de Abraão e jamais fomos escravos de alguém; como dizes tu: Sereis livres?

Replicou-lhes Jesus: em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado.

O escravo não fica para sempre na casa; o filho, sim, para sempre.

Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres."


Aquelas pessoas haviam crido em Jesus e O ouviam com atenção, não para aprender e apreender as Boas Novas que ele lhes trazia, mas para O pegar traiçoeiramente pela própria palavra.

Muitos hoje estão agindo da mesma forma. Vão à igreja, gostam das músicas, gostam de tantas coisas que lhes são apresentadas, mas ficam o tempo todo na hora da pregação (mesmo que não falem) esperando um "deslize" na Homilética, na Hermenêutica do Pastor... Não estão preocupados com o CERNE da mensagem que é: o relacionamento com Jeus (que é Deus) e o problema do pecado que impede a liberdade de alguém se tornar filho de Deus verdadeiramente.

Eles falaram que nunca foram escravos de ninguém...mentira! Por séculos foram feitos escravos no Egito e só foram libertos por plano e obra do próprio Deus. Falaram que eram filhos de Abraão(e o são) como se este nunca tivesse pecado... Abraão pecou quando mentiu para o faraó que sua esposa Sara era sua irmã...para citar só um.

Muitos estão hoje seguindo homens como se estes não tivessem pecado algum, como se fosse deuses... Em uma viagem que fiz para outro Estado, há alguns dias, fui convidada a ir a um culto em uma igreja, onde o pastor pregou de outro país através de um telão. Tudo bem, se não fosse o que a irmãzinha que me convidou tivesse me dito que iria à igreja para ver seu "paizinho" (e isto não se referia à Deus ou Jesus, mas ao pastor do telão)... Meu coração doeu.

Estão esquecendo que a Igreja é DELE, o culto é para ELE, o que temos mais é nos reconhecer pecadores carentes totalmente DELE - JESUS!

É por isso que vamos à Igreja, lemos a Bíblia (que é a Palavra de Deus), oramos ao ùnico Deus. Para permanecer Nele, para sermos Seus discípulos e para agirmos como filhos de Deus!

Fazendo isto não temos mais prazer no pecado, podemos até pecar, mas logo nos arrependemos e temos JESUS como nosso advogado. Então, felizes, continuamos nossa caminhada crendo que ficaremos para sempre na casa do Pai...PARA SEMPRE!


À JESUS toda glória!

11 comentários:

  1. Realmente isso acontece nos dias de hoje. As pessoas insistem em manter a viseira nos olhos para não ver que Jesus é o Senhor, e que só Ele salva. Algumas, só porque vão à igreja,ajudam as pessoas, ou simplesmente não "fazem mal a ninguém", acham que está tudo bem; mas nas suas ações não vemos nada de inspiração Divina, há apenas sua consciência humana. Não adianta fazermos nada se não temos Jesus como nossa Verdade!
    Fique na paz!

    ResponderExcluir
  2. A verdade liberta, más as pessoas preferem viver nás suas próprias ilusões. Pois teem o entendimento dentro das suas aceitações. É como diz o ditado " a sintonia atrai a compannhia".
    Jesus veio nos ensinar que Deus é amor, más as pessoas preferem temer a Deus do que amá-lo.
    "Deus amou o mundo com tanta grandesa que enviou seu Filho único para que todo aquele que acreditar e vivenciar o seu evangélho,nunca morra com seu pecado, más tenha a vida eterna imaculda!"
    Quem realmente ama a Jesus conhece a Verdade e está liberto das correntes do deus cruel do velho testamento. Jesus é a Verdade e a Vida "Eu sou a luz do mundo, porém o mundo ama mais as trevas interiores do que a luz.

    Caminhemos durante o dia, pois a noite já vem,
    Estejamos sempre na luz de Jesus.

    Paz para todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com tudo que você falou, com exceção do que vc falou em ser liberto das correntes do deus cruel do velho testamento dando a entender que existem dois deuses um novo e velho. A palavra de Deus diz que toda escritura é inspirada por Deus e apta... Deus é o mesmo ontem hoje e sera o mesmo eternamente.

      Excluir
  3. realmente! a grande dificuldade da libertação é por que as pessoas não buscam a palavra genina que liberta o homem do pecado, mas procuram movimentos e fogo estranho e ainda dizem ser obra do espírito santo e quando saem da igreja esvaziam como uma bola mucha e caim no chão por falta de alimento da palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  4. PARABENS PELA POSTAGEM!!!QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO GRANDEMENTE

    ResponderExcluir
  5. Alício silva 10 de maio de 2012. O perdão é a coisa mais preciosa do universso pois custou a vida do filho de Deus,e sem aluz que brilha na palavra de Deus,não chegaremos ao pleno conhecimento da verdade.

    ResponderExcluir
  6. Daniel pinto Andre3 de agosto de 2012 10:32

    de facto nao existe outro libertador somente Jesus cristo o unico Verdadeiro,que nunca mentiu e a sua libertaçao e por exelençia,gostei da postagem Deus continue iluinando voçes.

    ResponderExcluir
  7. Querida Tânia fiquei feliz em ler esse texto em seu blog é o que prego e ensino há 23 anos. E falo disso no faceebok que só uso para isso.
    As vezes parece que eles estão certos e nós errados mas precisamos continuar guardando a fé e você está fazendo isso obrigada é ótimo saber que não estou só. Bjs.
    Me visite se sentir vontade www.elisabeth.blogspot.com Blog Caráter Cristão. Agora sou seguidora do seu blog.

    ResponderExcluir
  8. nelson 11/11/2021
    a todos que escreveram suas opioes o Deus verdadeiro, deu para sentir em voces otemor ao Deus verdadeiro continue servindo e temendo o Sr
    que e o principio da sabedoria.Que o Deus vivo e verdadeiro elumine a todos Agora e para sempre
    ABRACOS.

    ResponderExcluir
  9. A VERDADE É A UNICA SOLUÇÃO PARA OS PROBLEMAS!

    ResponderExcluir
  10. Com toda certeza que seguir homens é o maior erro.
    Temos que seguir, andar, viver, buscar, amar e fazer o possível e o impossível para viver como Cristo viveu.

    ResponderExcluir