quinta-feira, 18 de junho de 2009

FRUTOS DO ESPÍRITO - 2

Aproveitando uma parte do comentário que minha irmãzinha Tathiana Lucena da UBE deixou em meu Blog volto a postar a segunda parte (ainda que pequena) sobre os Frutos do Espírito.
Não vou fazer aqui um estudo Teológico pois sei que todos que são da UBE conhecem, e muito, a Blíblia. Mas vou escrever para quem está começando esta maravilhosa, porém árdua, caminhada com Jesus.
Uma das coisas que mais amo em Jesus é que Ele nunca escondeu nada de ninguém... Falou que o caminho dele era estreito, falou que teríamos aflições, que seríamos perseguidos... Transparência total!!
Voltando ao "mote" da minha irmã, ela disse (além dos elogios, rs...) sabiamente que é pelos frutos que se conhece uma árvore e não pelos dons...
Corretíssima minha amiga e irmã!
Os dons são mais fáceis de colocar em prática... os frutos são mais elaborados, mais difíceis de produzir... Demanda a anulação do EU e mortificação da carne...
Os dons, muitos são natos e confundidos com espirituais, os frutos demonstram claramente "quem" é a árvore...
Os dons podem ser usados quando e se o cristão quer, os frutos vêm da comunhão com o Espírito Santo (por isso os dons são irrevogáveis), difíceis de serem impedidos de aparecer...
Os dons não são procurados por Deus em nós, os frutos sim.. Adoração é um deles, amor outro... Ou conforme quiserem, adoração já está inserida no fruto amor, porque só pode adorar realmente ao Senhor quem o ama de verdade...
Os dons nem sempre são aceitos pela comunidade cristã ou não cristã, os frutos sempre são aceitos pois falam diretamente e eficazmente às necessidades que todo ser humano tem...
Estes dias tenho tido mais vontade de ler a Bíblia, de voltar como antes, ao primeiro amor, de orar como Daniel... Não só porque preciso de Deus, mas principalmente porque sou dEle, Ele me ama e quero estar mais perto dele... E porque Jesus está voltando - isto é fato!
Só por isso.
E creio que isto é buscar em primeiro lugar o Seu Reino.
As outras coisas? Ah, elas serão acrescentadas, incluindo os dons, os frutos,...
Deus te abençoe!

sábado, 6 de junho de 2009

O mês de maio acabou...


MAS O AMOR NUNCA ACABARÁ!
Eu ainda creio no casamento. Apesar do que dizem os negativistas e alarmistas de plantão, que "pregam" o "amor livre", a antiga "amizade colorida", o "juntar de trapinhos" (sic.) e coisas deprimentes e denegrintes como estas, eu ainda creio no amor, que leva duas pessoas ase unirem da forma como Deus estabeleceu. Ainda creio no amor verdadeiro que se anula para que o outro seja feliz (calma, feministas!). Que abdica de seus próprios sonhos para que os sonhos do parceiro(a) se realizem (calma, psicólogos!)...
Deus mesmo é quem instituiu o casamento. E Ele definiu que seria PARA SEMPRE! Colocou como meta a própria morte.
Não importa se foi em uma grande catedral católica, ou em uma humilde igrejinha evangélica, ou mesmo na praia... Teve testemunhas? Foi um ato público? Deus também testemunhou . Porque um dos atributos de Deus é ser ONIPRESENTE. Principalmente quando o nome dEle é invocado..
Mas, infelizmente muitos nem sabem mais o que é a "palavra que vale um fio do bigode" e também não se esforçam para mudar suas atitudes e não de situação. Também com tanto apelo, facilidades e engano por aí hoje em dia...não é?
Enfim, escrevi este texto para as queridas noivinhas de maio, junho, julho,... mas principalmente para que vocês moças mostrem aos seus noivos. Pois o homem, de um modo geral, se esquecem com muita facilidade, são mais frágeis pelo que os olhos podem ver e muito influenciáveis por amigos e parentes.
Diálogo. Além do amor, o mais importante é o diálogo; com transparência, humildade e nunca, nunca, nunca - mentiras! Teria mais coisas para lhes falar, noivinhas corajosas e obedientes à Deus, mas por enquanto é só. No mais, que sejam muito, muito felizes até que a morte os separe...que se Deus quiser ainda está muuuuito longe disso