sábado, 11 de julho de 2009

Irmãos, abramos nossos laptops..quer dizer, a Bíblia...


















Não sei quantos de vocês já viram esta cena:. a igreja cheia, toda sequencia litúrgica foi cumprida...É hora da ministração da Palavra de Deus.Sempre se espera com ansiedade por esta parte do culto! Deus falando com o homem, usando um ser humano para falar com a congregação.
Então o pregador(a) - pois também já vi pastoras fazerem isto - sobe solene ao altar e abre sobre o púlpito...o notebook (ou laptop)!!! Dá até para fazer um fundo musical imaginário só de bateria: "Tán,tan,tan,tan...!!!"Não é para rir. É para chorar.
Está certo que estamos no século XXI (já!?), onde a tecnologia penetrou nos lugares mais improváveis deste mundão de meu Deus.
Mas quando acontece de eu assistir a uma cena como esta, seja ao vivo, ou pela TV, só uma palavra vem à minha mente:; OSTENTAÇÃO!
"Irmã, não devemos julgar!...", diriam alguns (e eu nunca ouvi tanto esta frase ou este versículo como nos dias de hoje...será por quê?) Não estou julgando o profetamas sim a sua atitude de ...OSTENTAÇÃO!
Será que estes pastores(as)mais abastados ou abençoados financeiramentte pela Teologia da Prosperidade, neste mundo em crise de crescimento dos moradores de rua e desempregados (para não falar dos missionários que em outros países muitas vezes não têm seu suprimento básico prometido, sem falar da África, da Somalia...)não imagina o que sente a congregação quando ele tem esta atitude de OSTENTAÇÃO?
Será que ele sabe o que sente a viúva que pediu um vale transporte emprestado para ir ao culto e está com suas vasilhas vazias lhe esperando quando chegar em casa na volta do culto?
Será que ele sabe o que sente o trabalhador que está sem emprego há dois anos e que até já pediu humilhado uma cesta básica para esa mesma igreja do "pastor do laptop"?
Será que ele sabe o que sente o jovem que teve de trancar a matrícula da faculdade para ajudar sua família trabalhando pois o pai e a mãe são doentes?
Não, não estou exagerando pois sou pastora e já vi muitos e muitos casos como estes.
Não. Este pastor cibernético não sabe, não sente. Se sentisse, não faria. Ou não sente porque nunca viveu tais situações, ou porque viveu mas já esqueceu agora que está na "bênção" - como muitos políticos do Brasil que eram da classe humilde e quando chegam no "topo" , esquecem o que é o sofrimento do povo...
Sem falar que tal atitude pode gerar questionamentos (por que Deus não me abençoa?), sentimentos de inveja, raiva, e talvez até apostasia nos mais fracos na fé. Eescândalo para os mais idosos.Mas todos da congregação ficaram quietos. Alguns até voltaram para casa com sentimento de culpa por estarem "julgando" a atitude de...OSTENTAÇÃO.
A direção, a liderança, a congregação se calam e encaram com normalidade mais este "fogo estranho " no altar.
Alguns pastores se justificam para este uso de tecnologia dizendo que é porque não enxergam bem (mas também não usam óculos...)...E que tal uma Bíblia de LETRAS GRANDES?!
Outros dizem que fica mais fácil expor o tema. Mas não foi o que vi em certo domingo desses. Não sei se o notebook (ou laptopo) era novo, ou porque o pastor escreveu demais...Só sei que o tempo todo ele "se enrolou" na tecnologia, o cursor não parava, e ele só falava:"Bem, isso deixo pra depois, ficou muito comprido..." (manuseando nervosamente o mouse diferente!). Seria cômico se não fosse trágico!É proibido? Onde está na Bíblia ? Ddirão os mesmos jovens que dizem que não tem nada na Bíblia que fala sobre não fumar para se justificar... A Palavra não está sendo pregada?
Sim. Mas e os frutos nos corações? QUE frutos serão? Será que serão frutos bons misturados com dúvida, confusão, crítica, raiva, tristesa, inveja, competição, saudades...
Saudades do Sola Scriptura!
Saudades do Sola Gratia!
Saudades das pregações de Charles Finney, John Wesley e outros.
Saudades dos três pontos principais a serem fixados na mente, somente se falando da Bíblia, esmiuçada para os novos convertidos estudarem e exaltada para exortar, consolar e ensinar os mais experientes.
Todos vão à igreja para serem alimentadosexperimentados.
Uma exposição em simplicidade - como Nosso Senhor que não tinha nem onde reclinar sua cabeça quando cansado (Mateus 8:18-22 )
Nosso Mestre nos ensinou a pregar: em humidade, em atitudes, em exemplos, em amor, em compaixão com empatia (que é se colocar no lugar do outro e sentir o que ele sente).
Jesus nos ensinou a expor Sua Palavra em espiritualidade pois para isto Ele nos deixou Seu Espírito ( João 14:16-18).
Vou parando por aqui neste texto, senão o meu "computador jurássico" vai travar, pois está ficando quente (até ele, rs...). Mas estou feliz com ele, e ainda bem que não dá para carregar para os cultos.
Não acusando ninguém, mas muito preocupada com os rumos que a Igreja evangélica está tomando... (ainda não vi nenhum padre fazendo isso).
Em Jesus, que não dá liberdade para se fazer o que se quer, mas o que Ele quer e que diz para não escandalizarmos os irmãos,
Pra. Tânia Guahyba

PS: Quando fiz Seminário, aprendi entre tantas coisas, que as mulheres não deveriam subir ao púlpito com muitas jóias, enfeites, etc. para não ofuscar a Palavra de Deus, chamando atenção para si mesmas... Fico pensando porque certas coisas só valem para as mulheres...
"E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum." (Atos 2:44)

2 comentários:

  1. Amada irmã estou impactada com o seu artigo e não sei exatamente o que acho porque eu preparo minhas pregaçoes no computador, imprimo e levo pro pulpito, mas acho que um dia chegará um dia que talvez se DEUS permitir usarei um leptop tambem...mas a questão é a tecno tá aí, assim como outras coisas tambem estiveram mas o negócio é saber usar com sabedoria para o crescimento da igreja de DEUS aqui nesta terra para que ELE possa voltar logo. amém? Eu gostei muito do seu artigo, pois sou criticada tambem por usar muitas pulseiras, brincos etc (extravagancia), mas o Espírito Santo está trabalhando em mim eu creio... bj grande nesse coraçao...

    ResponderExcluir
  2. parabens concordo plenamente escrevi algo bem parecido tambem,pensei que só eu visse assim o Lap Top no altar das Igrejas
    fico imaginando logo logo,pastores farão cultos de sua casa transmitidos online e os fiéis em suas casas alguns deitados na cama com seus Lap tops no colo assistindo Culto,num dia de chuva e frio.
    Imagino auqle monte de fipeis caminhando pra Igreja com seus Lap Tops debaixo do braço
    E se acabar energia ou se perder conexão, nao se tem culto nas Igrejas,ou pastor pede desculpas e usa a ultrapassada Biblia de papel
    Pastores Cibernéticos nao me agradam.
    ALGUNS USAM lAP tOP E CRITICAM IRMÃOS QIE DEMORAM A ACHAR OS LIVROS NA Bíblia.

    Enfim fico feliz pelo que escreveu parbens

    ResponderExcluir