sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Se podes...

14 ¶ E, quando se aproximou dos discípulos, viu ao redor deles grande multidão, e alguns escribas que disputavam com eles.
15 E logo toda a multidão, vendo-o, ficou espantada e, correndo para ele, o saudaram.
16 E perguntou aos escribas: Que é que discutis com eles?
17 E um da multidão, respondendo, disse: Mestre, trouxe-te o meu filho, que tem um espírito mudo;
18 E este, onde quer que o apanha, despedaça-o, e ele espuma, e range os dentes, e vai definhando; e eu disse aos teus discípulos que o expulsassem, e não puderam.
19 E ele, respondendo-lhes, disse: O geração incrédula! até quando estarei convosco? Até quando vos sofrerei ainda? Trazei-mo.
20 E trouxeram-lho; e quando ele o viu, logo o espírito o agitou com violência, e, caindo o endemoninhado por terra, revolvia-se, escumando.
21 E perguntou ao pai dele: Quanto tempo há que lhe sucede isto? E ele disse-lhe: Desde a infância.
22 E muitas vezes o tem lançado no fogo, e na água, para o destruir; mas, se tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós, e ajuda-nos.
23 E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.
24 E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.
25 E Jesus, vendo que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: Sai dele, e não entres mais nele.
26 E ele, clamando, e agitando-o com violência, saiu; e ficou o menino como morto, de tal maneira que muitos diziam que estava morto.
27 Mas Jesus, tomando-o pela mão, o ergueu, e ele se levantou.
28 E, quando entrou em casa, os seus discípulos lhe perguntaram à parte: Por que o não pudemos nós expulsar?
29 E disse-lhes: Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum.

Esta é uma das passagens bíblicas que mais gosto!
Enquanto hoje muitos líderes colocam "peso" nas pessoas por sua pouca ou falta de fé. Jesus não criticou o homem, criticou Seus discípulos.
Para o homem com pouca fé Jeus teve palavras doces e de muita compreensão. Mas para com Seus discípulos (alunos) foram palavras de exortação e ensino.
Tenho me preocupado com os líderes de hoje (e creio que Jesus muito mais que eu) que fazem a obra de Deus sem jejum e oração. Falam muito, mas não se vê frutos que permaneçam!
Tenhamos cuidado então em não envergonharmos nosso Mestre com criancices principalmente na área de libertação que é tão séria.
São vidas preciosas com ou sem fé! E nós, líderes, daremos conta a Deus de cada uma... E só para lembrar EM TUDO A GLÓRIA É DELE, POIS SEM ELE NADA PODEMOS FAZER!
E sendo bem transparentes, qual de nós, cristãos "mais preparados", já não nos vimos em momentos em que nossa fé chega a um ponto que precisamos urgentemente da FÉ DE DEUS senão pereceríamos?

Soli Deo Glória!




Nenhum comentário:

Postar um comentário