domingo, 19 de maio de 2013

A lágrima do meu melhor amigo

A lágrima do meu melhor amigo O amor incondicional dos animais pode superar o amor do homem para com o seu próximo? Eles podem ser pequenos ou grandes, magros ou gordinhos, alguns até cabem na palma da mão, já outros é impossível de aconchegar no colo. Dependendo da raça, até chegam a ser temidos pelas pessoas, mas uma coisa todos têm em comum: o amor incondicional pelo seu dono. Ainda quando pequenos, gostam de fazer arte. Um descuido e lá se vão os belos sapatos, destruídos por aqueles dentinhos afiados. Os pelos espalhados pela casa... Sem falar no pé da cama todo ruído. Geralmente não gostam de ficar sozinhos, dão um pouco de trabalho, mas um trabalho que é recompensado pelo seu total carinho. Sim, o cão é considerado o melhor amigo do homem. Alguns são tratados como filhos e, como já dizia o poeta Vinicius de Moraes, "Filhos... Filhos? Melhor não tê-los. Mas, se não os temos, como sabê-los?" Esses animais enchem a casa de alegria e vida e sempre dão mais sentido à existência do homem. Despertam ternura, ocupam o tempo, e sempre acabam arrancando risadas e carinho de seus donos. Recentemente, uma cena gravada na Califórnia, Estados Unidos, mostrou o quanto o amor dos animais é grande. O cão Wiley, da raça husky siberiano, chorou desoladamente sobre a tumba de Gladys, sua dona recém-falecida. Segundo o porta-voz do Lockwood Animal Rescue Center (LARC), no território californiano de Ventura, Wiley é "um acompanhante especialmente capacitado". Os cães siberianos ajudam veteranos de guerra a lidar com o estresse. "Essa é uma experiência única", declarou o porta-voz do LARC, em relação ao comportamento de Wiley. Uma cena triste e comovente como essa nos leva a pensar se todos os seres humanos sentem o mesmo amor incondicional pelo próximo. Na verdade, a resposta já foi dada pelo próprio Senhor Jesus: "Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros; levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos." Mateus 24:10-12 O que você tem feito pelo seu próximo? Quando vê alguém sofrendo ou passando por dificuldades consegue estender sua mão para erguê-lo? Será que a ternura de um animal é capaz de superar o seu amor? "Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo." Gálatas 5:14 Por Sabrina Marques / Fotos: Thinkstock e Reprodução redacao@arcauniversal.com